A tecnologia 3D no implante dentário

Saúde bucal e atividade física
Saúde bucal e atividade física
27 de agosto de 2019
A importância da fotografia na odontologia
Diga: “Xis!”
27 de agosto de 2019
Exibir tudo
A tecnologia 3D no implante dentário

A tecnologia 3D no implante dentário

A perda dos dentes pode ser causada por diversas ocorrências, desde uma má formação até mesmo a ausência de cuidados. Um dos avanços tecnológicos mais notáveis na odontologia está relacionado ao desenvolvimento de implantes dentários. O implante auxilia na autoestima dos pacientes, na estética do sorriso; beneficia a saúde bucal por facilitar a higienização, além do benefício funcional.

A realização do implante é necessária quando a raiz do dente está muito danificada, exigindo sua extração; ou quando já houve a perda integral do dente (coroa e raiz dentária). O implante dentário, em suma, é um parafuso de Titânio; um material que permite a aderência do osso em sua superfície.

O implante envolve duas etapas claras e inconfundíveis. A primeira é de natureza cirúrgica e consiste na colocação do parafuso de titânio no tecido ósseo do paciente, para que o processo de osseointegração ocorra. Esse processo é a união desse parafuso à mandíbula ou maxila do paciente. Alguns chamam de cicatrização; outros, de integração. Somente quando esse parafuso está aderido firmemente ao osso que podemos realizar a confecção da prótese – esta sim substituirá o dente de fato. Assim, a segunda é a etapa protética, referente à instalação da coroa (dente) sobre o implante. A prótese finaliza o processo, dando naturalidade e beleza ao sorriso.

Cada caso tem a sua posição, quantidade de osso, tamanho da área a ser reabilitada e formato dos dentes, o que altera a abordagem terapêutica. Ademais, inúmeros trabalhos aprimoraram os implantes em seu material, design, tipo de rosca, tamanho, ângulos e conexões com a prótese, permitindo adequá-los às necessidades de cada caso individualmente.

Segundo a American Association of Oral and Maxillofacial Surgeons (AAOMS), o índice de sucesso médio de implantes situa-se acima dos 95%, caso tenha uma correta indicação, diagnóstico e técnicas cirúrgicas. Hoje, na AR Odontologia, contamos com profissionais de alto nível e com a tecnologia de alta performance da Compass para a realização da cirurgia de implantes com planejamento 3D.

Com o uso da tomografia e os modelos digitais, de acordo com Dr. Guilherme Castro*, conseguimos fazer os guias de cirurgia que nos fornece uma precisão de até 0,02mm da posição planejada. Ou seja, com a tecnologia da Compass, o implante é colocado exatamente onde foi planejado no exame da tomografia.

Após o planejamento, o guia cirúrgico é feito em impressora 3D; e a prótese dentária, em uma fresadora 3D. Toda essa tecnologia e expertise nos permite um resultado superior estético e funcional.

*Dr. Guilherme Castro é cirurgião dentista, especialista em implantodontia,
reabilitação oral e coordenador do Compass Lab.

Os comentários estão encerrados.

Ajuda? Chat via WhatsApp